sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Planejamento para a Inovação - O Endomarketing


Já definido que o processo de planejamento tem dois ingredientes, ser de longo prazo e democrático, é preciso que se estimulem mais dois ingredientes, que são as reflexões e a comunicação. Ambas passam pelo chamado "Endomarketing", um processo de comunicação interna que facilita com que informações cheguem aos menores níveis hierárquicos da empresa.


Em minha opinião essa área responsável pelo Endomarketing deve estar ligada diretamente à presidência da empresa, uma vez que, se ligada a outras diretorias ou gerências corre-se o risco, desta área privilegiar sua própria área no processo de reflexão e comunicação. Como veremos mais para a frente, esta área é importantíssima neste processo de planejamento e no acompanhamento e comunicação dos avanços dos projetos. Portanto, o desvio de suas funções para outras que não sejam a comunicação interna pode prejudicar em muito os objetivos da empresa para o futuro.

O processo de comunicação interna começa com o envolvimento de todos os cargos de gestão da empresa. Para tanto, se faz necessária uma reunião ao início do processo, em que se demonstre as necessidades de se ter um planejamento para a inovação (conforme descrito no artigo anterior) com coordenadores de grupo, gerentes, diretores, etc... Essa reunião deve ser conscientizadora e não ditatorial, buscando com que todos possam dirimir suas dúvidas e simplesmente não concordem somente com medo de perder seu emprego.

É claro que não é um processo fácil, mas vencida esta etapa, estes diretores, gerentes e coordenadores serão os multiplicadores e inspiradores dos funcionários no processo de identificação de oportunidades inovadoras ou para crescimento de receitas, corte de despesas desnecessárias ou melhorias operacionais.

Os instrumentos que o endomarketing vai utilizar durante o processo de planejamento para comunicar o processo, estimular a reflexão e a multiplicação de informações podem ser digitais (email, portal interno, etc) ou presenciais (eventos, reuniões, cafés da manhã, etc). Cada empresa tem um modelo de comunicação interna, basta que ela o dedique de forma focada ao processo.

Mesmo já preparados para divulgar o processo a todos os escalões da empresa ainda não estamos prontos para começar. A reflexão e comunicação só terão verdadeiros efeitos na empresa se as pessoas forem organizadas a refletirem sobre os processos que conhecem, de outra forma, vira divagação. Claro que um funcionário da expedição pode ter uma idéia de como melhorar as vendas, mas se todas as idéias de todos a respeito de todas as áreas de uma empresa forem analisadas o processo não acabará, portanto, é necessário que as pessoas sejam estimuladas onde são melhores. 

Cada empresa é dividida em áreas, sejam elas operacionais (fabris), produto (engenharia), institucionais (financeira, jurídica, estoque, etc) e vendas. É óbvio que em cada ramo as empresas se organizam de forma diferente mas o que importa é que cada modelo de reflexão e comunicação devem ser diferenciados a cada área "raiz". Não conseguiremos o mesmo nível de reflexão de um advogado e de um vendedor com a mesma comunicação. A formação de cada um é diferente e devemos partir de modelos diferente, senão estaremos condicionando um advogado a pensar em vendas ou vice-versa.

No próximo artigo mostraremos como estimular as reflexões nas diversas áreas, os prazos para isso e o planejamento regular. Lembrando que é um processo de planejamento, mesmo que preparado para a inovação, existe também o trabalho que essas áreas devem fazer para os anos seguintes a respeito do trabalho que já é feito. Isso nós veremos em breve! 

Abraços a todos!

Conheça a Conceitonet - www.conceitonetinfo.com.br

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Antropomidia | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger