quarta-feira, 24 de março de 2010

Sobre Audiência, Futebol e Vereadores

Para o resto do Brasil está passando despercebida, uma briga entre a Câmara de Vereadores de São Paulo e a Rede Globo. Acontece que, a Vereância quer que os jogos do futebol paulista terminem impreterívelmente às 23:15. Alegando problemas de segurança, conforto no transporte, etc.



Me parece que quiseram copiar o Governador de São Paulo. Vou proibir alguma coisa, como o Serra fez e se deu bem com o cigarro. Acharam o inimigo errado. A Rede Globo é uma empresa e empresa não fuma. Mas, é uma empresa e investe pesado em futebol. Investe porque ganha dinheiro com isso. Ganha dinheiro porque vende cotas desse futebol a patrocinadores importantíssimos.

A audiência manda. Estádio cheio? Para quê? Só se for para ficar bonito na TV. A Globo não quer nem saber se os clubes precisam da renda para complementar seus orçamentos. Ela já paga a esses clubes, que, com certeza estariam quebrados se não fosse o dinheiro da “Vênus Platinada”.

Ah sim, os injustiçados. Neste momento, vários deles estão aqui lendo e se contorcendo porque não puderam gritar e bradar à justiça, reclamar dos direitos do consumidor, etc... Só um recadinho capitalista para nossos amigos que adoravam sofrer nas mãos de Maquiavel: Fórmula 1.

Vocês já viram alguma vez Ron Denis ou Frank Williams (donos de equipes) reclamarem de algum circuito estar vazio ou do horário de uma corrida ser à noite? Foda-se. Isso, eles querem que se foda se a corrida na Hungria teve somente 10 ou 15 mil espectadores em 2009. Quem paga a conta está pintado no carro deles ou é uma TV transmitindo. De tanto transmitir Fórmula 1, a Globo aprendeu.

Eu não freqüento estádios de futebol desde 1983, quando tomei uma pedrada na cabeça na saída de um jogo. Uma pedrada que veio da mesma torcida onde eu estava. As partidas nessa época começavam às 21:15 hs e estávamos em plena ditadura, com forte segurança nas ruas


Acho que o papel de um vereador passa por trabalhar em outras coisas. Querem uma sugestão? Arrumem uma briga com a Cracolândia. Sim, ali vocês ganham fácil. Proíbam o Crack ali. Os moradores não vão oferecer muita resistência, aliás estão bem fraquinhos, como mortos vivos. Dá até filme.

Abraços a todos!
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

7 comentários:

Fernandez disse...

Olá amigo Luis!
Comprar briga com uma rede de televisão com o poder da Globo em um assunto tão "bobo" chega a ser triste. Realmente é triste ver com o que eles se preocupam. ;-)
Forte abraço, Fernandez.

"George Best" disse...

Realmente o problema nos estádios não está puramente relacionado aos horários das partidas, e sim no caos social que se vive no Brasil e outros países sul-americanos.

Acho legal estádios cheios como na Premier League, porem, nem precisamos dizer que em questão social e de organização entre um país e outro, existem 1.000 anos luz de diferenças.

Bom articulo... Muito Obrigado

Susi disse...

Oi Luís, tudo ok? Espero que tudo esteja em paz por aí.Eu estou bem.
Quanto ao banner, eu fiz a troca, mas não deu certo, acho que vc vai ter que fazer de outra forma. Quando conseguir resolver me avise pra eu poder colocar seu banner novo.
Se quiser posso te dar o endereço do cara que fez o meu, é rápido e não é caro, aliás, é bem barato.
Um ótimo dia!

sosvip disse...

Bom dia!
Conheci seu blog através do Histoblog da Susi.
Já li vários posts e achei muito fera.
Desde já quero parabenizar pela destreza em escrever.
Visitarei sempre.
Abração Luís!

JORNALISMO ANTENADO disse...

Éeeeeeeeee Luiz esse que é o problema, ao invés de pensar na crackolândia onde tantos estão matando e morrendo de tanto usar droga, querem brigar com a Rede Globo por conta de audiência de jogos como se a falta de educação do povo não fosse a culpada por essas brigas .
Que bom não aconteceu nada de pior com voce querido amigo.
Beijos no coração
Márcia Canêdo

Júnnyor Grigolo disse...

Incrível!!Seu post foi muito bem elaborado amigo,realmente,não entendo pra que tanta preocupações,existem muito mais com que se preoculpa,brilhante matéria,parabéns pelo blog!!

Isabel Ruiz, disse...

Olá, Luiz. Demorei, mas cheguei. rs
Gostei demais do seu texto. É deprimente a frivolidade desses políticos. Com tanta coisa precisando de ação urgente e eles se preocupando com isso. Mas se conseguem mudar vão aparecer, crescer diante do povo. São ações que chamam a atenção - o famoso pão e circo.
Parabéns pelo post
abraços
Bel

Postar um comentário

  ©Antropomidia | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger