domingo, 17 de janeiro de 2010

A volta do messias

10 de Dezembro de 1995. Pouco mais de catorze anos. A data não é a da última partida de Giovanni pelo Santos Futebol Clube. A data é da partida em que a torcida passou a chamá-lo de messias. O motivo: Na primeira partida da semi-final do campeonato brasileiro contra o fluminense no maracanã, o time perdeu por 4 x 1. Enquanto toda imprensa já dava o time carioca na final do campeonato, Giovanni em todas as entrevistas garantia à torcida que o Santos estaria na final e pediu a presença de todos no estádio do Pacaembu naquele domingo.

“Eles tinham a vantagem, nós tínhamos Giovanni”

A torcida cumpriu sua promessa. Mais de 40 mil pessoas lotaram o estádio. E o craque não decepcionou. Tal era a energia da equipe naquele jogo, que o time não desceu para os vestiários no intervalo. O camisa 10 fez 2 gols e deu passes para os outros 3, de Macedo, Camanducaia e Marcelo Passos. Este último, uma pintura, pois o passe de Giovanni foi de calcanhar. Final: Santos 5 x 2 Fluminense. E a profecia de Giovanni se concretizava. Final que o clube depois perderia para o Botafogo no mesmo estádio.

Giovanni teve uma breve passagem pelo clube que o revelou em 2006, mas devido a problemas de relacionamento com Vanderley Luxemburgo não ficou. Mesmo assim fez uma partida também memorável contra o Corinthians pelo campeonato brasileiro, jogando ao lado de Robinho.

Hoje, o Santos joga contra o Rio Branco de Americana no mesmo estádio do Pacaembu. Giovanni volta e segundo informações começa no banco. Não importa. Na torcida seu nome será ovacionado. Também não importa se o G10 vai jogar bem. O craque merece a justa homenagem por ter levado o clube à final daquela forma memorável.

Abraços a todos!

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

5 comentários:

Anselmo disse...

mais um velhinho no futebol brasileiro :/

JORNALISMO ANTENADO disse...

Oi Luis, num torço pro Santos não mais tudo bem meu amigo...rss
para os torcedores que ele aproveite essa chance de ajudar ao Santos a fazer um bom campeonato.
Beijos
Márcia Canedo

Sissym disse...

Amigo... kkkk... vc quer realmente que eu aprenda futebol! Eu adoraria comentar com todo carinho, mas nada entendo. beijos

Guilherme Freitas disse...

Giovanni é um craque, um jogador diferenciado. Pode não ter o mesmo vigor físico de antes, mas tem experiência e categoria para dar bons resultados ao Santos. Abraços.

Anônimo disse...

“Eles tinham a vantagem, nós tínhamos Giovanni”
muito bom artigo. Parabens
Edu Marchiori

Postar um comentário

  ©Antropomidia | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger