terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Sobre as mídias sociais, eleições 2010, o meio ambiente e as catástrofes


Estamos no início de janeiro e daqui a pouco mais de 11 meses teremos um novo presidente da república e um novo congresso nacional eleito. A novidade desta eleição é a liberdade que os candidatos terão para explorar as mídias sociais sem restrições. Será uma verdadeira invasão aos sites, blogs, microblogs como o Twitter, Orkut, facebook, etc.
Explorar as mídias sociais não é fácil (nós que escrevemos blogs sabemos bem disso), mas é um meio de comunicação muito mais acessível financeiramente que as mídias tradicionais.
Ao mesmo tempo em que os freqüentadores de sites vão se irritar com a forte presença de políticos (ou coisa parecida) será interessante analisar esta invasão. É sabido que as classes C e D estão já incluídas no meio e devido ao óbvio interesse desses candidatos em atingir massas, o trabalho de webmasters e escritores (principalmente os mais populares, chamados pró-bloggers) será muito exigido e descobrir as soluções utilizadas pelos mesmos será decisiva em uma nova forma de se fazer campanha.
Interessante analisar como nestes últimos dias, após as catástrofes causadas pelas chuvas em Angra dos Reis e outras localidades, o meio político silenciou. E o que isso tem a ver com o texto acima? Eu respondo.
O meio político, de candidatos a candidatos até políticos eternos, não tem projeto para este país. É fácil observar a opinião de quem a mídia tradicional procura em uma hora dessas. Geralmente de especialistas, engenheiros, agrônomos, ambientalistas, entre outros. Os políticos não sabem o que fazer. Não sabem os motivos, não sabem qual a solução, não podem ajudar em nada.

Onde os candidatos podem ter uma nova mídia para explorar é exatamente onde podem se arrebentar. Quem não tem projeto não consegue “se vender” em uma mídia social. Se não quer ser questionado não pode se expor, pois em mídias sociais as pessoas se socializam, ou seja, existe interação.
Portanto amigo, quando uma figura dessas adicioná-lo no Orkut ou passar a segui-lo no Twitter, tenha em mãos suas questões, tente obter um projeto do candidato. Você verá que até você saberá responder melhor as questões. Muitos deles já vão até saber o próprio resultado na eleição, afinal, diferente do horário político eleitoral, aqui você pode bloquear e até excluir a pessoa.
Abraços a todos!
Links Relacionados:

Mensalões e mensalinhos

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

10 comentários:

Lucas Fernandes disse...

Luis, grata surpresa encontrar seu blog e ler tal artigo. Sou estudante de Jornalismo e trabalho em uma TV Legislativa, onde evidencio de perto esse movimento rumo às redes sociais. E é por aí mesmo. A questão das redes sociais é que muitos se esquecem do simples e principal fato: elas são plataforma de extensão das relações humanas e da necessidade do homem de se comunicar em grupos.

Fazer uma campanha nos meios digitais requer atenção, proposta e relacionamento candidato e pretenso eleitor. Poucos fazem isso. Um exemplo, que não quero julgar como bom ou ruim, é Cristóvam Buarque, do PDT. O senador usa as redes em seu favor e vem ganhando adeptos a sua proposta educacionista. Em contrapartida, se expõe a críticas diretas.

Bem, ótimo artigo.

Gostaria, por fim te fazer dois convites: sou repórter do Ocê no Samba e tenho um blog, que futuramente dará lugar a uma revista digital. Caso queira conferir, os endereços são:

http://ocenosamba.com.br
http://caleidoscopiodigital.wordpress.com

colunazero@gmail.com disse...

Ótimo post, ótimo blog.

Legal mesmo é se estes políticos mantiverem contatos nas mídias sociais após as eleições, ganhando ou perdendo, a exemplo do senador Cristóvam Buarque.

É pagar para ver quem colocará a cara a tapa.

Abraços,

Bruno Rezende.

Principe Encantado disse...

Não creio na continuidade, isto apenas é eleitoreiro, nada mais.
Abraços forte

Claudine Ribeiro G. Netto disse...

Olá amigo Luiz, excelente matéria. Não gosto de política e eu só quero ver os candidatos se atropelando por aqui, vou me divertir muito.
Até que acho importante os candidatos terem aceeso as mídias sociais da internete, eles vão expor seus projetos e cabe a nós entrarmos em uma discursão sadia com eles, só para ver o quanto eles sabem dos assuntos.

Abraços.

JORNALISMO ANTENADO disse...

Oi amigo Luiz,realmente complicado o assunto hein..rs Nem quero imaginar como será esse ano com os políticos igual carniça em cima dos internaltas.Vai ser um tal de recebermos comentário em blogger , direct de twitter, scrap no orkut, tudo de candidatos.Concordo quando diz que irão emter os pés pelas mãos com isso sabe, porque a ideia realmente é chegar as redes de relacionamento muito acessadas pela massa, porém essa irá dar a mesma atenção que é dada aos horários polítcos, ou seja, nenhuma. O outro lado dessa moeda será quando aqueles que realmente se importam com o futuro de nosso país apertarem o cerco e buscarem respostas junto aos candidatos. Aí sim, quero ver eles se enrrolarem porque com você mesmo disse eles não tem propostas reais para nos apresentarem.
Muito complicado meu amigo..vamos aguardar os próximos acontecimentos e durante o ano acredito que ainda voltarem a refletir muito sobre esse assunto.
Beijo e abraço fraterno meu querido!
Márcia Canêdo

Guilherme Freitas disse...

Não tenho dúvidas que a web será bombardeada pela propaganda eleitoral e o candidato que souber melhor explorá-la vai se dar bem. Você está totalmente correto quando cita que os políticos não tem estratégias para o Brasil. Infelizmente, você está certo. Abraço.

Lilian disse...

Olá amigo,

Parabéns pela postagem. A matéria é excelente.

Endosso o que a amiga Claudine comentou.

Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian

Eric disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandra F. disse...

Olá, amigo!

Concordo com a matéria, quem não tem projeto não consegue “se vender” em uma mídia social.
Excelente post. Parabéns!

Sandra F.

Mariana disse...

Vou ter uma prova de redes sociais na faculdade , e essa matéria me ajudou muito !!!

Obrigada ;)

Postar um comentário

  ©Antropomidia | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger