segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Marcelo Gleiser, Físico, Astrônomo e uma reflexão


Ontem a insônia atacou e fiquei assistindo documentários na Discovery. Em um intervalo passou uma reflexão do físico e astrônomo brasileiro Marcelo Gleiser, onde ele comenta sobre a possibilidade de vida extraterrestre ou de explorarmos planetas com habitat semelhante ao da Terra.
Vou colocar aqui com minhas palavras o que ele fala, que existem no universo milhões de estrelas e que a possibilidade de alguma delas ter uma atmosfera e água, que são condições compatíveis com a vida é factível.
Mas também comenta que a estrela mais próxima de nosso sol é alfa centauro e esta fica a quatro anos-luz da Terra. Se hoje a nave mais potente fabricada pelo ser humano viaja a 50 mil quilômetros por hora, demoraria cerca de 115 mil anos para viajar esses quatro anos luz e chegar a esse planeta.
O Físico conclui que devemos cuidar de nosso planeta e que é aqui que devemos resolver nossos problemas.
Sem dúvida é uma reflexão muito interessante e que me levou a outra. Se pode o ser humano mudar suas atitudes. Não estou falando de apenas cuidar do planeta, posto que em minha avaliação a maior parte dos seres humanos já está de alguma forma colaborando para isso. Estou falando do ser humano ser melhor mesmo.
Tenho presenciado ultimamente alguns fatos que demonstram como os humanos podem ser cruéis. Uma situação de poder, onde por vezes sequer esse poder veio através de sua competência, pode gerar um efeito muito ruim para muitas pessoas à sua volta. Tão estúpido quanto os antigos filmes americanos, onde fator de sucesso era o pai de família trocar o carro por um novo e exibi-lo para a vizinhança.
Existe uma frase que diz que se você quer conhecer um homem, dê poder a ele. Eu prefiro essa:
“O valor do homem é determinado, em primeira linha, pelo grau e pelo sentido em que se libertou do seu ego.”
Albert Einstein
Temos tanto a melhorar como seres humanos, que somente vamos cuidar de nosso planeta e de outros seres humanos, quando as pessoas deixarem de acreditar que são melhores que as outras e que isso é um fator de supremacia.
Para saber mais de Marcelo Gleiser:
Blog do Marcelo Gleiser:
Abraços
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

3 comentários:

Claudinha disse...

Luis:
Se a gente não acreditar que o homem pode melhorar, para que lutar então? Desistamos todos da vida! Eu creio que dentro de cada um existe uma centelha de bondade que pode ser resgatada. O que importa é acharmos como.
Sim, creio que existe vida em outros planetas, mas não é um "acreditar em ets", uma coisa de outro mundo. Penso que nossas capacidades, nossos sentidos ainda estão pouco desenvolvidos e não podemos alcançar esse conhecimento. Até pouco tempo atrás não se conhecia o átomo, no entanto hoje...
Abraços

Susi disse...

Eu acredito que precisamos cuidar primeiramente de nossa família, nossos filhos, da rua onde moramos, de nosso bairro, de nossa cidade, se cada um pensar em cuidar de seu espaço, vamos ter um mundo melhor, o cuidado vem de dentro de casa.
Jogar lixo na rua, fazer queimadas, botar abaixo as florestas, destuir os rios com o esgoto das casas e fábricas, é o fim da picada.
Vamos cuidar de nosso espaço, pensando num todo.
Cada um fazendo sua parte vamos conseguir salvar nosso planeta, e aí pensar se existe vida em outros planetas. Precisamos de mais cultura, mais conhecimento e reconhecimento das belas coisas que a natureza nos dá. A VIDA.

SAUDE disse...

Oi LUis vc tem esse video dele..ou sabe onde posso encontra-lo???
obrigada...eu tb adorei esse cometario dele...

Postar um comentário

  ©Antropomidia | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger